sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Agenda

Concurso literário em Itu

A Academia Ituana de Letras lançou o concurso literário Itu, pelos ituanos. A iniciativa faz parte das comemorações dos 400 anos de fundação da cidade, que serão completados em 2 de fevereiro de 2010. O concurso literário é aberto a todas as pessoas que se sintam ligados afetivamente à cidade, que poderão elaborar texto em prosa e/ou verso sobre o tema. Serão selecionados os 100 melhores trabalhos apresentados para a composição de um livro específico e comemorativo, que será editado em 2010. Cada pessoa interessada poderá participar com até dois trabalhos, sendo que o concurso recebe inscrições até 14 de novembro de 2009. As colaborações deverão ser entregues até o dia 14 de novembro ou enviadas pelo correio para o seguinte endereço: Editora Ottoni Rua Garcia Moreno, 55 Centro CEP 13.300-095 Itu/SP, A/C do Concurso Itu, pelos ituanos. Os textos deverão ter no mínimo uma e no máximo três laudas. Mais informações pelo email comunicacao.itu@uol.com.br.

Oficina de canto cancelada

A oficina de canto Ópera e Câmera, que aconteceria neste sábado e domingo em Sorocaba, com Eduardo Janho-Abumrad e João Moreira Reis, foi cancelada. A MDA Internacional, que promoveria o evento, fez o comunicado ontem e informou que não haverá nova data para a atividade. Mais Informações: (15) 3211-1360.

Uniso ofecere cursos gratuitos à comunidade

Para comemorar os 15 anos de funcionamento, a Uniso abre inscrições gratuitas para diversos cursos de extensão com duração de um dia. Serão abordados temas relacionados às áreas dos Programas de Pós-Graduação da Uniso, em Ciências Farmacêuticas, em Comunicação e Cultura e em Educação. Cada curso tem 35 vagas, que serão preenchidas conforme a ordem de inscrição, que deverá ser feita no endereço www.uniso.br/hs/15_anos. As atividades serão ministradas no campus Seminário (avenida Dr. Eugênio Salerno, 100, centro). Mais informações: (15) 2101-7072.

Filmes brasileiros candidatos a uma vaga no Oscar

O Ministério da Cultura divulgou lista dos longas-metragens brasileiros que vão concorrer a uma indicação na categoria de filme estrangeiro no Oscar, em 2010. No dia 18, uma comissão anunciará o vencedor. Estão na disputa Besouro, de João Daniel Tikhomiroff, Budapeste, de Walter Carvalho, O Contador de Histórias, de Luiz Villaça, Feliz Natal, de Selton Mello, A Festa da Menina Morta, de Matheus Nachtergaele, Jean Charles, de Henrique Goldman, Síndrome de Pinnochio - Refluxo, de Thiago Moyses, O Menino da Porteira, de Jeremias Moreira, Se Nada Mais Der Certo, de José Eduardo Belmonte, e Salve Geral, de Sérgio Rezende.

Vila Universitária Music Festival



Neste sábado (12/09), a cidade de Sorocaba, interior de São Paulo, recebe o Vila Universitária Music Festival, que traz artistas como Capital Inicial, Pitty, NxZero, Marcelo D2 e Planta e Raiz.

Patrocinada pela marca de preservativos Blowtex, a festa conta ainda com atrações como bungee jump, tirolesa, parede de escalada e pistas de skate. Os ingressos variam entre R$ 10 e R$ 50. Na porta de entrada, a organização coleta alimentos não perecíveis destinados ao Projeto Rede em Ação. Para saber mais:http://www.vilafestival.com.br

video

Cenas Inéditas do 11 De Setembro


O Museu e Memorial Nacional 11 de Setembro lançou ontem um site no qual reuniu sua coleção de vídeos e imagens registrados por cidadãos que testemunharam o ataque terrorista de 11 de setembro, que completa oito anos hoje.


Entre o acervo do museu, estão imagens de uma câmera no Brooklin que exibe, através de uma cerca de arame, a fumaça preta que saía de uma das Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York, quando um avião atravessa o outro edifício. O ataque deixa o ar repleto de pedaços de papéis, alguns dos quais caem nas mãos do cinegrafista.

Na noite do dia 11, outra câmera mostra bombeiros caminhando através de poeira que cobria as ruas dos arredores, carregando seus capacetes ou um par de sapatos. A fachada destruída do antes imponente World Trade Center está diante deles.

O museu lança ainda um apelo às pessoas que tenham novas imagens e gravações do acontecimento reproduzido em todo o mundo como o pior ataque terrorista da história dos Estados Unidos.

A TRAGÉDIA - Na manhã de 11 de setembro, um terrorista sequestrou um voo doméstico nos EUA e, às 8h46 (horário local), lançou a aeronave contra uma das Torres Gêmeas. O ataque deixou todos perplexos e muitos acreditaram na hora que era um acidente aéreo. Os jornais começaram a exibir imagens ao vivo do local.

Um segundo avião, também vindo de Boston, atingiu a segunda torre 15 minutos depois e confirmou a série de ataques coordenados que deixou quase 3 mil mortos no país - 2.750 morreram em NY, 184 em um ataque ao Pentágono e 40 na Pensilvânia.


Reforma Política

A qualquer momento, no Congresso Nacional, deverá ser votada a nova proposta de reforma política arquitetada no Palácio do Planalto. Ao certo, ninguém sabe exatamente quando isso ocorrerá, considerando-se que a desorganização existente na instituição não permite prever coisa alguma. Como sempre, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende usar, embora disfarçadamente ou nem tanto assim, toda sua influência para que a reforma seja aprovada. Para não repetir outras experiências fracassadas sobre essa questão, a estratégia agora foi a de reduzir o alcance das mudanças, restringindo os temas.

Naturalmente, neste momento, pouca coisa pode se falar a respeito, mas o que se percebe é que nada de melhor vai acontecer. O que é que se pode esperar de políticos que, via de regra, só pensam em seus interesses imediatos? Alguém pode acreditar que este ou aquele político vai mudar alguma coisa que não seja benéfico para si nas próximas eleições? Só os mais ingênuos e aqueles que não se interessam com o que ocorre na política é que podem acreditar nisso. O polêmico financiamento público de campanha, por exemplo, vai ficar fora das discussões, devendo continuar tudo na mesma. Sustentada pelo governo, os parlamentares da situação deverão concentrar suas forças na votação de dois pontos: fidelidade partidária, cujas regras ninguém sabe quais são já que serão aperfeiçoadas depois, caso venha a ser aprovada, e a chamada cláusula de barreira, mecanismo que impede a criação de novos pequenos partidos.

O que se pretende, de fato, em sua maioria, é proteger os interesses daqueles que detêm mandatos no parlamento nacional. Quem não tem mandato e não ocupa nenhum cargo público vai continuar se dando mal. No fundo, da maneira como as coisas estão sendo engrenadas, os próprios detentores de cargos eletivos é que serão beneficiados.

Enfim, parlamentares interesseiros fazendo uma reforma política é o mesmo que colocar raposas para tomar conta do galinheiro. Basta lembrar que, no Senado da República, onde existem 81 senadores, eles deram um jeito de colocar como funcionários quase 10 mil apaniguados para servi-los. E tudo é criado legalmente pelos próprios legisladores em seu benefício, mesmo que seja através de atos secretos. Não é à toa que o Poder Legislativo está cada vez mais distante da população. Torna-se urgente, portanto, uma mudança radical na postura dos políticos que elaboram as leis. E as mudanças só vão acontecer se os brasileiros não deixarem tudo por isso mesmo, botando a boca no trombone com muita disposição. Quando tudo fica por conta exclusiva dos políticos, está armado o barraco que só prejudica a sociedade brasileira.